Vendas de Natal devem impulsionar as contratações temporárias em 2018

Vendas de Natal devem impulsionar as contratações temporárias em 2018

 

Diante da volta do consumo e do crescimento da economia estimada para este 2º semestre de 2018 o mercado de Trabalhadores Temporários deve sofrer um incremento se comparado aos números de 2017.  Segundo dados da Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário) no acumulado dos quatro meses que antecederam o Natal de 2017 foram abertas cerca de 374 mil vagas de Trabalho Temporário. Para este ano as previsões são ainda melhores e um novo aumento de contratações deve ser observado.

Os setores que mais contratam temporários no final de ano são o varejo /comércio, indústria e serviços de hotelaria e turismo. Os maiores empregadores de varejo e comércio são os shoppings, supermercados e comércio de rua e as principais funções são: atendente, assistente de crédito, embalador, estoquista, etiquetador, caixa, fiscal de loja, promotor de vendas, repositor e vendedor. A faixa etária varia de 18 e 45 anos e a escolaridade desejável é possuir o ensino médio completo.

Já na indústria os principais empregadores serão os de bens de consumo como: alimentos, bebidas, brinquedos, vestuário e papel. As principais funções serão: auxiliar administrativo, assistente financeiro, auxiliar de produção, auxiliar serviços gerais, estoquista, motorista, operador de empilhadeira, operador de máquinas. A escolaridade exigida é o ensino médio completo e o diferencial será a qualificação técnica em automação industrial, eletrotécnica, mecatrônica, química, informática, segurança do trabalho, administração e/ou cursos para funções específicas.

Há também uma forte demanda na área de turismo e hotelaria por conta dos recessos e feriados de início de ano.

Para que as empresas possam contratar pessoas nesta modalidade de trabalho, os aspectos determinados pela legislação específica deverão ser observados. Tal contratação só pode ser feita, através de uma Agência de Empregos (APTT – Agência Privada de Trabalho Temporário), devidamente autorizada pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social. Nunca diretamente com o trabalhador. A Carteira de Trabalho receberá, na parte de Anotações Gerais, a anotação da sua condição de Trabalhador Temporário, para fins previdenciários. Nunca na parte de registros.

O Grupo Selpe é uma Agência Privada de Trabalho Temporário autorizada pelo Ministério do Trabalho atuando no segmento desde 1974

Maiores informações: Consultem nossos especialistas.

Preencha o formulário para solicitar contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *