Por que o RH deve acompanhar a cultura de inovação?

Por que o RH deve acompanhar a cultura de inovação?

por-que-o-rh-deve-acompanhar-a-cultura-de-inovacao

Atualmente, as mudanças no mundo corporativo acontecem com muita rapidez. Essa tendência exige que os gestores se adaptem constantemente às novas realidades apresentadas — do contrário, é impossível sobreviver.

Por isso, muitas empresas estão implantando a cultura da inovação. Mas o que significa esse processo? Como os recursos humanos podem acompanhar essa tendência inovadora? E que vantagem há nisso?

Essas perguntas serão respondidas neste artigo. Acompanhe!

O que é a cultura de inovação?

Um dos significados da palavra cultura é “hábito”. Sendo assim, a empresa que possui a cultura de inovação é aquela que tem o costume interno de inovar.

Quando isso ocorre, a organização não só é capaz de lançar um novo produto ou serviço, como também reinventar a maneira como realiza os trabalhos do cotidiano.

Em um artigo do jornal Valor Econômico, a consultora empresarial Betania Tanure ponderou que, quando a companhia possui a cultura da inovação, ela é capaz de fazer mudanças drásticas rapidamente. Essa atitude é essencial no atual cenário empresarial.

Nessas empresas, procurar saber como desempenhar melhor cada serviço ou o que se pode criar para facilitar a vida dos colaboradores são questões que ficam na cabeça de toda a equipe interna.

Como a inovação pode ser implantada na empresa?

A partir de agora, entraremos na parte prática. Para isso, vamos explicar como o RH pode adotar uma postura inovadora na empresa.

Redes sociais

As redes sociais conseguiram unir pessoas do mundo todo. Foi devido a essa facilidade de encontrar e interagir com outros que o RH de muitas empresas decidiu utilizar essa ferramenta no seu processo seletivo.

Dessa forma, a instituição adota uma postura mais ativa: em vez de publicar uma vaga em um site de empregos e depois ficar esperando pelos currículos de candidatos — que, muitas vezes, não se qualificam para a vaga —, a empresa é quem seleciona os profissionais que deseja contratar.

Desse modo, o processo de recrutamento e seleção fica mais eficaz e menos trabalhoso.

Endomarketing

As organizações perceberam que não adianta construir estratégias para encantar e atrair o público-alvo se os seus próprios colaboradores estão desmotivados e improdutivos. Para mudar essa realidade, surgiu o conceito do endomarketing — ou marketing interno.

A partir daí, o RH começou a pensar em maneiras de melhorar a imagem da empresa perante a equipe interna, deixando-a mais motivada e produtiva. Entre essas práticas estão a política de recompensa, eventos corporativos, treinamentos, inclusão da família no ambiente empresarial, entre outras.

Benchmarking

Outra maneira do RH inovar é por meio do benchmarking — prática de observar os métodos de outras empresas. Essa atitude não consiste em imitar cada estratégia de outra companhia, mas identificar boas ideias e tentar adaptá-las à realidade da empresa.

Foi fazendo isso que o RH de muitas organizações conseguiu inserir conceitos modernos em seu ambiente interno. Essa é uma prática tão difundida que já existe um prêmio, chamado Benchmarking Brasil, que todo ano premia companhias que são exemplos para outras organizações.

Tecnologias

Atualmente, a tecnologia oferece ferramentas valiosas para que as empresas inovem a cada dia. Um exemplo é o software ERP (Enterprise Resource Planning), ou software de gestão, que ajuda os profissionais de RH a organizar vários processos, como a folha de pagamento.

Outro tipo de aplicação virtual é o software R&S (recrutamento e seleção) que automatiza muitos serviços manuais, tornando-os mais rápidos e assim facilitando a vida dos recrutadores.

Hackathons

Uma excelente forma de introduzir novas ideias na empresa é por meio de eventos chamados Hackathons (maratonas da inovação). Nesses encontros, são reunidos vários profissionais externos e internos que, durante um período, tentam desenvolver um produto ou serviço para a instituição anfitriã.

Foi dessa forma que muitas empresas conseguiram soluções práticas para tornar o seu RH mais estratégico.

Depois de considerar algumas maneiras de inovar, veremos a seguir as vantagens que a sua empresa terá com essa prática.

Quais são as vantagens que a cultura de inovação apresenta?

Redução de custos

A princípio, pode parecer que implantar a inovação é algo oneroso. Na realidade, apesar de envolver alguns custos, esse processo diminui os gastos da empresa em médio e longo prazo.

Instalar uma rede social corporativa, por exemplo, envolve algum investimento inicial. No entanto, com essa ferramenta, a interação entre os funcionários aumenta e os projetos internos são realizados com maior rapidez.

Otimização da comunicação interna

Quando a empresa está aberta à inovação, ela consegue soluções para melhorar a comunicação interna dos seus colaboradores. Muitos conceitos interessantes estão disponíveis para isso. Um exemplo é a serendipidade (descobertas feitas por acaso), que utiliza técnicas voltadas para a otimização da interação entre os funcionários.

Para entender melhor, imagine que dois profissionais entrem em um elevador. Eles permanecem calados até lerem uma pequena mensagem colada propositalmente na parede. A partir daí, começa uma conversa animada sobre o conteúdo dessa mensagem, o que pode ser o estopim para novas relações.

Outro método que vem sendo utilizado pelo RH é a promoção de happy hours. Esses eventos, antes encarados como breves momentos de descontração entre os funcionários, hoje são vistos como uma forma inovadora de estreitar o diálogo entre a equipe interna.

Melhora da employer branding

Como está a employer branding (marca empregadora) de sua empresa perante os profissionais do mundo corporativo? Se nunca pensou nisso, é hora de mudar essa atitude. Mas por que isso é importante?

Quando o RH da empresa é inovador, ela adquire uma boa reputação e, assim, atrai grandes talentos profissionais para a sua equipe interna. Além disso, a instituição consegue reter os bons colaboradores que já possui.

Ser uma boa marca empregadora é tão importante que todo ano a GTPWGreat Place To Work — elenca as empresas mais cobiçadas pelos profissionais talentosos.

O primeiro lugar deste ano é a empresa SAP Labs Latin America que é conhecida por ter um RH estratégico e inovador. O resultado disso é que essa instituição tem um alto índice de satisfação de seus funcionários.

Em resumo, um RH que não inova é a receita para o desastre de todo negócio. Portanto, implante a cultura da inovação em sua empresa e fique entre as organizações mais respeitadas do mundo empresarial.

Gostou de ler o nosso artigo? Entendeu o que é a cultura da inovação? Então aproveite para ler também 7 dicas para reduzir custos de RH em grandes equipes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *