O que é perfil profissional e como usá-lo para ter sucesso!

O que é perfil profissional e como usá-lo para ter sucesso!

Um perfil profissional não é só para aqueles mais experientes, todo mundo precisa ter um. Seja qual for a área, setor ou graduação em que você investe, é necessário criar uma reputação que o destaque entre seus colegas.

No mundo online de hoje, o currículo por si só não é suficiente para se destacar, até porque os estágios, trainees e cargos profissionais estão cada vez mais competitivos. Um perfil profissional é a maneira perfeita de compartilhar mais sobre seus interesses, habilidades, soft skills e o que o torna um candidato único.

Perfis profissionais são dinâmicos, permitem que você se conecte mais facilmente a projetos, certificados e muito mais. Isso dá aos empregadores uma imagem melhor de você, da sua personalidade. Acompanhe o artigo para saber mais sobre a importância de criar um perfil profissional e aumentar suas chances de conseguir aquela vaga ou cargo ideal, e ainda uma dica bônus no final!

O que é perfil profissional e como usá-lo para ter sucesso!

 

O que é um perfil profissional?

Um perfil profissional é essencialmente a explicação do seu portfólio de experiências ou motivos que o qualificam para aquela área ou carreira. Geralmente é um parágrafo que fica no topo do currículo.

Nesse parágrafo, brevemente descreva quem é você, suas habilidades e pontos fortes relevantes para o setor ou o papel e seus objetivos de carreira. São muito semelhantes a cartas de apresentação.

É realmente necessário?

Não há uma unanimidade dos especialistas quanto a esse caso, mas uma coisa é certa. Se o seu currículo não se destacar, os recrutadores não terão motivos para fazer uma leitura minuciosa nele.

Você deve dar uma razão para ser escolhido e, para isso, pode ser importante compartilhar suas ambições e personalidade com os recrutadores. O perfil pessoal é a maneira perfeita de atrair atenção e persuadir recrutadores a dar mais enfoque ao que vem a seguir.

Como escrever meu perfil profissional?

Ao escrever seu perfil, você deve abordar métodos tradicionais e modernos. A primeira tarefa é decidir o que vai ser escrito, o que te torna único. Se você está pensando em uma carreira em inovação, fale sobre a indústria e seus desenvolvimentos. Se quer ser visto como alguém que agregue valor financeiro, fale sobre seus sucessos em aumento de patrimônio e daí em diante.

Tenha certeza que a mensagem é coerente e do tamanho adequado, geralmente entre 4 e 6 linhas. Basta escolher o que você se sente confortável em escrever e, enquanto estiver consistente, não está errado. Use todo seu autoconhecimento e criatividade!

O que incluir no perfil profissional?

Mantenha 3 perguntas na sua cabeça: quem sou eu, o que posso oferecer à empresa e quais são meus objetivos? Essas perguntas devem ser direcionadas para demonstrar que você é o candidato ideal para o trabalho.

Para completar, lembre-se de ser você mesmo. Não adianta entrar com um texto pronto que os recrutadores já leram várias vezes. Quando se trata de ser o candidato ideal, não escreva algo sem graça e maçante.

Como criar um perfil profissional usando o LinkedIn

Já conhece o LinkedIn? É uma rede social para quem está procurando uma oportunidade de emprego ou conexão com colegas e ex-colegas de estudos e trabalho. Lá você pode pesquisar por projetos, pessoas e organizações e mostrar sua experiência de trabalho.

Primeiramente, você precisa criar um perfil. Existe a modalidade premium, mas com a gratuita já é possível fazer várias conexões. No seu perfil, escreva um resumo que chame atenção. Dê uma visão geral de habilidades, interesses e experiências.

Inclua toda a experiência de trabalho que você achar relevante. Mantenha atualizado e detalhado, isso ajuda a construir uma imagem de quem você é profissionalmente e encontrar conexões relevantes.

Encontre colegas e compartilhe conteúdo relevante!

Daí é só procurar seus colegas, organizações e pessoas públicas de interesse. Para fazer uma conexão, é só clicar em “conectar”. Quando alguém quiser fazer conexão, você receberá uma notificação também.

Por último, compartilhe conteúdo relevante! Sim, o LinkedIn também é uma ótima forma de compartilhar textos, infográficos e experiências. Esta é uma maneira útil de criar seu perfil em torno de áreas específicas de interesse e ajudar a espalhar mensagens-chaves sobre a organização para a qual você trabalha.

DICA BÔNUS: como criar um perfil profissional usando o Facebook

Isso mesmo, além do LinkedIn, é possível usar o Facebook como perfil profissional. Se você deseja aliar sua vida social ao seu status profissional, é bom dar um pouco mais de atenção ao que você publica nesta rede social. Na internet você é visto por muitas pessoas, inclusive pelo RH da empresa que um dia pode te recrutar.

Você não precisa deixar de postar determinados conteúdos no Facebook, mas pode limitar o alcance de algumas fotos, vídeos e informações que você publica selecionando determinados públicos. A rede social permite a você criar critérios de exibição de conteúdos e eles são chamados de Filtros.

No menu “Sobre”, você tem no os itens “Trabalho e Educação” e é importante você completar as informações que são apresentadas ali. Use fotos profissionais também. Se você trabalha em uma empresa que tem páginas para fãs no Facebook, compartilhe os conteúdos desta empresa, citando o seu trabalho, isso favorece a sua imagem profissional.

Tanto no Facebook quanto no LinkedIn, é possível fazer parte de grupos de discussão sobre assuntos que são importantes para você. Junte-se a grupos para encontrar e compartilhar conhecimento e experiência, faça networking com outras pessoas e tenha acesso a recursos úteis. Para tirar o máximo proveito dos grupos, tente participar ativamente!

Fazer ou não fazer, eis a questão!

Aprendeu muito sobre o perfil profissional nesse artigo? Bom, aqui está um resumo do que fazer e o que não fazer na hora de colocar esse importante diferencial no currículo:

Faça!

  • Forneça evidências de suas habilidades e experiência, mas seja breve! Ofereça apenas o suficiente para conectar o recrutador;
  • Lembre-se de que você está vendendo seu peixe, seja profissional;
  • Seja sincero! Recrutadores, em última análise, querem conhecer você como pessoa e o que você pode trazer para a mesa;
  • Revise a ortografia e gramática;
  • Leia em voz alta para garantir que o texto esteja fluindo corretamente.

Não faça!

  • Um grande montante de qualidades vazias e palavras sem sentido que não vão te favorecer;
  • Ser chato – acreditar que é o único com qualidades notáveis;
  • Copie da sua carta de apresentação ou de algum modelo pronto da internet – isso apenas demonstra que você é preguiçoso.

Curtiu as nossas dicas sobre perfil profissional? Procure o Grupo Selpe no LinkedIn e no Facebook e se conecte com a nossa empresa, nós publicamos diversos conteúdos como artigos e infográficos que podem ser relevantes para você!

Preencha o formulário para solicitar contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *