Como gerenciar alguém muito ansioso?
Como gerenciar alguém muito ansioso

Como gerenciar alguém muito ansioso

como-gerenciar-alguem-muito-ansioso

Creio que todos nós concordamos que hoje em dia não podemos esperar por um funcionário remisso ou inseguro para agir. Mas, no outro extremo, alguns têm uma necessidade tão urgente de resolver as coisas, que as fazem com muita rapidez, muito intensamente e desorganizadamente.

O problema de como gerenciar alguém assim é que ele pode ter sido elogiado no passado por esse comportamento quando surgem erros que foram resolvidos com essa urgência. E, quando isso é uma parte da cultura organizacional, pode parecer um requisito para trabalhar naquela empresa.

Em um nível básico, a ansiedade gera mais atividade, então pode ser difícil reconhecer como um problema organizacional, mas é necessário levar em consideração. Milhares de reais podem ser perdidos todos os dias quando as decisões são tomadas de forma arbitrária e não estratégica.

Então, como gerenciar alguém ansioso?

No entanto, apesar do dano que uma urgência cega pode trazer, empregados ansiosos são alguns dos mais comprometidos e, às vezes, os mais produtivos. Esses são alguns passos que você pode seguir para saber como gerenciar essas pessoas e amortecer o impacto negativo, ajudando a focar a intensidade nas devidas tarefas e ter certeza de que estão tomando as decisões certas, pensando a médio e longo prazo.

Ajude a reconhecer o impacto dele sobre os outros

Mostre como a colaboração pode ter benefícios para todos. Encoraje e afirme a importância de trabalhar juntos, sempre fazendo algumas declarações de impacto, como forma de forçar a interação e a cooperação com outras partes. Aprenda a deixar de fazer elogios por todas as realizações e, em vez disso, o exalte pelo processo – planejamento conjunto, coordenação e sucesso interdepartamental.

Incentive-os a identificar todas as consequências de suas ações

É comum que os funcionários ansiosos vejam apenas as consequências a curto prazo e não os efeitos negativos de atuar com muita rapidez. Tente demonstrar o impacto que essas decisões podem causar no futuro, para a empresa, aquela equipe e até para ele mesmo, e proponha exercícios que o faça usar esses conceitos diariamente.

Deixe-os trabalhar com alguém que pensa a longo prazo

As intervenções eficazes permitem que os funcionários ansiosos realmente experimentem o sucesso que vem de uma abordagem mais definida e concentrada. A combinação de alta energia e planejamento cuidadoso pode aumentar significativamente os resultados dos negócios.

Treine-os para separar o sentimento de urgência do que realmente precisa ser feito

Abordar outras situações, muitas vezes, diminui a aparente necessidade de urgência. É importante saber como gerenciar vários aspectos do projeto para que as pessoas da sua equipe vejam que todos os elementos estão sob controle. Faça uma pergunta para si mesmo e para seu funcionário ansioso: “qual é a pressão real?” E depois de conversar sobre a resposta, fica fácil entender que a pressão não era tanto do trabalho em si, mas por se sentir sozinho com a incrível responsabilidade de lidar com tudo isso.

Os funcionários que são guiados por uma urgência excessiva, geralmente, agem como se estivessem roendo as unhas em vez de fazer esforços para realizar a tarefa e crescer profissionalmente ao máximo que puderem, tanto para eles quanto para suas organizações. Uma vez que eles percebem que a reflexão e a análise de consequências podem gerar resultados significativamente melhores, eles podem aprender a encorajar sua urgência no serviço de ser um líder ou funcionário melhor e alcançar um melhor desempenho.

Bom, agora que você já aprendeu como gerenciar alguém muito ansioso, que tal dar uma olhada no nosso artigo sobre como criar metas profissionais que realmente funcionam ? Para ficar por dentro de tudo que nós postamos é só acompanhar o Grupo Selpe no Facebook e LinkedIn!

Post adaptado daqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *