Como utilizar a análise de dados para tomar boas decisões em RH?

Como utilizar a análise de dados para tomar boas decisões em RH?

A análise de dados de RH é uma tendência que chegou com força total nas empresas. Ela possibilita que as organizações utilizem ferramentas tecnológicas para decidir estrategicamente os objetivos que envolvem seu capital humano.

Softwares como o People Analytics, por exemplo, permitem a análise de dados para atrair os melhores talentos com maior precisão, suprir as carências de mão de obra e até melhorar a satisfação dos colaboradores que já fazem parte da empresa.

Preparamos este artigo para mostrar como a análise de dados para RH permite que as empresas utilizem a tecnologia para tomar melhores decisões. Acompanhe!

análise de dados

Gerenciamento dos melhores talentos

As oportunidades de análises estratégicas de perfis vindas do People Analytics são muito grandes. Quando a empresa consegue combinar dados do mundo real e virtual, é possível entender o comportamento das pessoas que integram a empresa em uma escala nunca antes vista.

Quando as empresas utilizam dados digitais, como de históricos na web, por exemplo, para compreender quais comportamentos no local de trabalho tornam as pessoas mais eficazes, comprometidas, inovadoras, seguidoras, pioneiras, líderes e especialistas, é possível escolher o melhor perfil para ocupar posições de destaque dentro da empresa.

Esses perfis identificados levarão a uma assertividade maior, o que possibilita o alcance mais rápido dos objetivos da empresa.

Dessa forma, quando são realizadas análises de dados com um grande número de pessoas de diversas origens, é possível apurar quem se comunica com quem, de que forma o uso das tecnologias de informação interferem na produtividade, na motivação e no desempenho.

Decisões mais estratégicas no RH

A análise de dados contribui de várias maneiras para melhorar a efetividade do setor de RH e, assim, potencializa resultados. Aqui estão as três principais áreas de RH em que as análises podem ser usadas:

1. Recrutamento

O crescimento recente das capacidades dos sistemas de rastreamento de candidatos mudou a forma como o setor de Recursos Humanos gerencia o processo de contratação. Isso gera maior agilidade e eficiência ao processo de recrutamento, já que você pode inserir as informações que precisa e analisar os candidatos.

Além disso, o processo é mais rápido para identificar as pessoas que têm o perfil para a posição em aberto e que combinam com a cultura organizacional da companhia, dentre outros fatores.

2. Motivação e retenção de talentos

Com a análise de dados, uma empresa pode fazer mais do que simplesmente reconhecer a taxa de rotatividade ou de retenção de talentos na empresa. Ao puxar pontos de dados diferentes você pode analisar o comportamento dos funcionários e determinar os traços de colaboradores leais versus funcionários em risco de sair.

Esse tipo de insight permite que você compreenda o que faz com que seus funcionários permaneçam ou saiam, assim como descobrir o que impulsiona a motivação da equipe interna. Baseando-se em evidências você pode tomar decisões para melhorar a retenção de funcionários, bem como descobrir o que pode estimular a motivação deles.

3. Desempenho do colaborador

A análise de dados oferece a você a oportunidade de identificar lacunas de capacitação entre os funcionários do mesmo departamento e, com isso, trabalhar treinamentos para nivelar a equipe e fechar essas lacunas.

Ao investigar as informações por meio da análise de dados, você também pode identificar quais novas contratações estarão por vir. Isso ajudará você a entender como motivar e envolver os funcionários para melhorar os processos de gestão de pessoas.

Implantando a análise de dados na empresa

Como qualquer iniciativa baseada em dados, o sucesso está principalmente no planejamento. A Deloitte University Press oferece seis dicas para que você utilize a base de dados com eficiência:

  1. crie a equipe certa: a equipe para a análise dos dados deve incluir pessoas com diversos perfis, que forneçam uma combinação de conhecimento comercial e habilidades técnicas;
  2. concentre-se nas necessidades do negócio: a análise de dados não é apenas uma ferramenta de RH. Concentre-se em questões maiores dentro da empresa que podem se relacionar com Recursos Humanos. A integração com todas as áreas ajudará o setor de Recursos Humanos a ser mais estratégico;
  3. comece com o que você possui: use as ferramentas analíticas no software que você já possui antes de investir em um novo programa. Isso dará a você uma melhor compreensão de como usar seus dados e de qual tecnologia você precisa para tornar a análise mais eficiente;
  4. parceria com TI: a qualidade das informações é uma grande questão, especialmente quando se trabalha com dados baseados em pessoas. Estabeleça um relacionamento com o setor de Tecnologia da Informação para ajudar na limpeza e na integridade dos dados;
  5. use as análises para mostrar o potencial: tente usar dados para melhorar as operações do departamento de RH e mostrar o potencial desses dados para tomar decisões estratégicas — como a promoção de um colaborador e a elaboração de plano de treinamento;
  6. atualize as plataformas de tecnologia: muitos profissionais de RH ainda usam planilhas de Excel e tecnologias desatualizadas para obter dados. Depois de avaliar as ferramentas que você já tem, considere migrar para plataformas integradas que melhor atendam a sua empresa.

Mudança de mindset no setor de RH

O futuro da gestão de pessoas no RH passará necessariamente pela aquisição de soluções tecnológicas que gerem informações úteis para a tomada de decisões mais eficientes.

Comprar softwares de gerenciamento de dados é apenas o primeiro passo para as decisões estratégicas dentro do RH. É preciso criar uma cultura analítica junto aos profissionais de Recursos Humanos.

Nesse sentido, é necessário apostar em capacitação, reuniões e treinamentos para reforçar a mudança de mindset entre esses profissionais — só assim a análise de dados será realmente efetiva e eficiente dentro das empresas, trazendo os resultados esperados pela organização.

Atualmente, as companhias não querem apenas preencher uma posição, mas encontrar um profissional que leve a empresa para novos patamares de eficiência e produtividade, com talentos inovadores e que tenham muito a contribuir para a sua evolução.

Se você gostou deste post sobre como utilizar a análise de dados para tomar boas decisões em RH, assine nossa newsletter e receba mais conteúdos como este!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *